Controle financeiro empresarial – 7 Dicas para colocar em prática!

controle financeiro empresarial

Controle financeiro empresarial – 7 Dicas para colocar em prática!

O controle financeiro empresarial é a chave de sucesso para qualquer negócio. Afinal, ele ajuda a gerenciar melhor os recursos e a prever problemas.

Ainda assim, nem todos os empreendedores conseguem implantar esse processo em sua empresa.

Muitos não só têm dúvidas de como gerenciar as finanças de forma eficiente como também não possuem conhecimento nenhum da área.

Essa dupla é caminho certeiro para erros constantes, prejuízos e, consequentemente, a falência do empreendimento.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cerca de 35,5% das pequenas empresas vão à falência no primeiro ano. Em cinco anos, esse percentual sobe para 70%.

Agora, se você está abrindo um novo empreendimento em Palmas e deseja saber a importância e como controlar as finanças do seu negócio, a Auxílio Contábil preparou esse conteúdo para te ajudar com isso.

No que consiste o controle financeiro empresarial?

O controle financeiro empresarial é um conjunto de ações realizadas para analisar e gerir positivamente as finanças de um negócio.

Assim, ele possibilita a manutenção dos resultados positivos da empresa, bem como seu crescimento saudável e perene.

Ele consiste, entre outras coisas, na análise de:

  • Faturamento;
  • Pagamentos;
  • Fluxo de Caixa;
  • Resultados e relatórios

Faturamento

A principal etapa do controle financeiro é saber quanto a empresa vende, já que é possível registrar as vendas realizadas na semana, mês e no ano.

Afinal, o faturamento impacta diretamente na lucratividade de um negócio e é essencial para que ele mantenha suas operações.

Pagamentos

Também é necessário saber quanto é gasto com pagamentos, como de funcionários, fornecedores, impostos, entre outros.

Só assim será possível saber calcular o próximo ponto.

Fluxo de Caixa

O fluxo de caixa consiste na apuração de todas as entradas e saídas de dinheiro do caixa da empresa. 

Assim, conhecer o fluxo de caixa ajuda a planejar o capital de giro e recursos para eventuais gastos.

Resultados e relatórios do controle financeiro empresarial

Por fim, é preciso analisar os resultados e relatórios financeiros do empreendimento para saber quais medidas tomar ou como planejar os próximos passos.

Qual a importância do controle financeiro empresarial?

Assim como na vida pessoal, controlar as finanças é essencial para garantir a sustentabilidade e o crescimento de um empreendimento.

Portanto, esse processo de gestão é essencial para mensurar e acompanhar de perto todas as transações de uma empresa.

Além disso, ele permite usar os recursos financeiros de forma inteligente e definir medidas para solucionar falhas e erros.

Por isso, ele é importante para:

  • Manter resultados positivos;
  • Gerenciar o uso dos recursos;
  • Garantir  a criação de um fundo de emergência;
  • Estabelecer orçamentos para cada setor;
  • Planejar ações de crescimento;
  • Entre outros.

7 dicas para montar um controle financeiro empresarial estratégico

Ainda que a organização seja imprescindível para controlar as finanças de sua empresa de forma estratégica, algumas dicas podem te ajudar a implementar esse processo. 

1. Conheça bem o seu negócio

O primeiro passo para montar um controle financeiro empresarial estratégico é conhecer a fundo o seu negócio.

Afinal, não tem como o gestor tomar decisões se ele não sabe quanto é gasto com a folha de pagamento mensalmente, por exemplo.

Portanto, é essencial saber sobre tudo que envolve a empresa, como:

  • Quantidade de colaboradores;
  • Percentual de lucratividade mensal;
  • Valor necessário para que as atividades sejam mantidas mensalmente;
  • Quanto é gasto com matéria prima;
  • Previsão de retorno de investimento;
  • Entre outros.

Informações como essas ajudam a levantar os pontos fortes e fracos da empresa e, assim, planejar um crescimento saudável e constante.

2. Faça o controle de caixa

Algumas informações do ponto anterior só serão possíveis se o fluxo de caixa for feito com regularidade.

Muitas vezes, a rotina corrida faz com que esses processos sejam deixados de lado. No entanto, eles são extremamente importantes para controlar de perto as finanças do seu negócio.

Portanto, o controle do fluxo de entrada e saída do dinheiro precisa fazer parte do dia a dia empresarial, bem como o registro de todas as operações financeiras.

O departamento de finanças pode ficar responsável por essa demanda, mas o gestor precisa se inteirar sobre os relatórios gerados.

3. Separe as contas pessoais das empresariais

Misturar as finanças pessoais com as da empresa é um problema que afeta, principalmente, os microempreendedores e empreendedores individuais.

Quando não existe um controle financeiro empresarial, usar o dinheiro do próprio negócio para pagar contas pessoais pode acabar virando um hábito. 

O que por sua vez, pode se transformar em uma bola de neve.

Afinal, com o tempo e a falta de organização, o lucro pode ser insuficiente para cobrir o excesso de gastos. E assim, a empresa pode ter prejuízos irrecuperáveis.

Dessa forma, por mais difícil que seja, mantenha os recursos do empreendimento organizados e separados do dinheiro reservado à vida pessoal.

4. Tenha um fundo de reserva

Imprevistos acontecem a todo momento, inclusive no mundo empresarial.

Um funcionário que pede demissão, uma máquina que estraga ou um processo judicial representam gastos inesperados, mas que podem acontecer a qualquer momento.

Portanto, uma reserva de emergência diminui os impactos desses imprevistos na saúde financeira do seu negócio.

Assim, o controle financeiro empresarial deve visar ainda o acúmulo de capital.

Você pode destinar um percentual do lucro líquido para um investimento de baixo risco e que você consiga resgatar a qualquer momento.

5. Busque ajuda de especialistas para te ajudar no controle financeiro empresarial

Se você não entende muito de finanças, não exite em procurar ajuda de especialistas financeiros.

Muitas vezes, os empreendedores até tentam fazer o controle financeiro empresarial, mas por não ter conhecimento suficiente, acaba cometendo erros.

Portanto, um contador ou um especialista financeiro pode te orientar da melhor forma, corrigir erros na gestão e esclarecer todas as dúvidas que surgem na rotina corporativa.

Ou seja, o trabalho desses profissionais ajuda a minimizar os erros e melhorar a saúde financeira do negócio.

6. Automatize os processos

Ainda que planilhas e documentos físicos possam te ajudar a controlar as finanças da empresa, ter um sistema de gestão pode ser o diferencial do processo.

Além deles possibilitarem o detalhamento de informações, ainda conseguem:

  • Cruzar dados de forma instantânea;
  • Fazer o fluxo de caixa;
  • Manter as informações seguras e na nuvem;
  • Realizar cálculos sem erros;
  • Entre outros.

Ou seja, a gestão das finanças torna-se mais ágil e simplificada. 

7. Tenha metas de longo prazo

Para aumentar a lucratividade do negócio e, assim, fazer com que ele tenha sucesso, é essencial ter um planejamento estratégico.

Empresas que não sabem onde querem e como vão chegar, tem uma probabilidade muito maior de se perderem no meio do caminho.

Afinal, atividades realizadas sem uma visão do futuro, desmotiva não só os colaboradores, mas também os gestores.

Portanto, estabeleça metas de longo prazo. O que você deseja para a sua empresa daqui a cinco anos?

Trace objetivos que te ajudem a alcançar essas metas. Contudo, eles precisam estar alinhados à situação financeira da empresa.

O controle financeiro empresarial traz resultados?

Sim, controlar de perto as finanças é uma poderosa ferramenta para consolidar um negócio e garante inúmeros resultados.

Afinal, o controle financeiro empresarial garante uma gestão mais segura e eficiente Pois esse processo ajuda não só a manter as contas em dia, como também a identificar melhores investimentos e oportunidades.

Portanto, se você está abrindo sua empresa agora, dedique um tempo para entender sobre as finanças e definir as metas do negócio a longo prazo.

Agora que você já sabe como colocar em prática o controle financeiro do seu negócio, veja aqui como fidelizar seus clientes e aumentar sua lucratividade.

<a href="https://auxiliocontabil.com.br/author/eduardo/" rel="author">Redação Auxílio Contábil</span></a>

Todas as nossas ações estão sempre pautadas em valores os quais defendemos, tais como: Satisfação do cliente; Ética Profissional; Respeito; Confiança; Credibilidade; Responsabilidade Social.

Abrir Mei Grátis Online3 - Auxilio Contábil

Inscreva-se para receber novidades!

Rolar para cima