Como montar um plano de negócios para a sua empresa?

sociedade limitada unipessoal

Como montar um plano de negócios para a sua empresa?

O plano de negócios é uma ferramenta essencial para qualquer empreendedor. Afinal, ele serve para definir metas, prever riscos e orientar a organização a curto, médio e longo prazo.

Esse tipo de planejamento ajuda a alocar não só recursos financeiros, mas também humanos e tecnológicos. Portanto, ele contém informações detalhadas sobre a empresa e suas principais características. 

Caso você esteja iniciando um negócio nesse momento, saiba que este documento pode servir como um guia para quando as coisas não andarem tão bem quanto o planejado, além de servir como um mapa de até onde você pode chegar.

Quer entender como um plano de negócios pode fazer com que sua empresa se solidifique e consiga traçar metas e objetivos alcançáveis? Então não deixe de ler este conteúdo até o final!

 

O que é um plano de negócios?

Um plano de negócios é o documento que formaliza o empreendimento e guia o gestor rumo ao sucesso, seja ele o curto, médio ou longo prazo.

A partir de sua elaboração é possível verificar se a ideia é viável sob o ponto de vista estratégico, financeiro, operacional e mercadológico. Por isso, é essencial realizar pesquisas e analisar o mercado antes mesmo de solicitar um CNPJ.

Atualmente, existem diversos modelos de elaboração, mas a maioria prevê a descrição detalhada da empresa como os objetivos, as ações e oportunidades, por exemplo.

 

Qual a importância de um plano de negócios para os pequenos empreendedores?

Ter uma empresa não é uma tarefa fácil. Os empreendedores precisam enfrentar diversos desafios não só na abertura, mas também para manter as operações, como burocracia, legislação, gestão de pessoas, economia do país, entre outros.

Sem um bom planejamento, o negócio corre sérios riscos de falir. De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 78% das empresas abertas em 2012 não continuaram operando em 2013. Em cinco anos, a taxa de sobrevivência foi de apenas 39,8%.

Portanto, o planejamento é importante pois orienta o empreendedor sobre o caminho que ele deve percorrer. Além disso, ele previne possíveis riscos e erros, proporcionando mais segurança e assertividade nas tomadas de decisão.

Ou seja, o documento  é essencial para quem quer abrir uma empresa lucrativa em Palmas ou em qualquer cidade vizinha.

 

As principais ferramentas para a construção de um plano de negócios eficiente

Existem alguns modelos e ferramentas que ajudam o empreendedor a elaborar o seu planejamento. Veja a seguir os principais.

Análise SWOT

Também conhecida como Análise Fofa, é uma ferramenta para planejar a abertura de um negócio a partir de suas características.

Nesse sentido, o termo SWOT é um acrônimo para Strengths (Forças), Weaknesses (Fraquezas), Opportunities (Oportunidades) e Threats (Ameaças). Os dois primeiros estão relacionados às características do empreendimento, já os últimos ao mercado.

Portanto, para elaborar um plano de negócio seguindo esse modelo, é preciso analisar os fatores internos e externos.

Modelo Simplificado

Embora ela não substitua o plano de negócios, essa ferramenta ajuda o empreendedor em início de carreira a planejar os seus próximos passos de uma forma simples. Isso porque o modelo simplificado foca apenas em metas, ações e tarefas necessárias.

Ou seja, é preciso que a pessoa estabeleça onde quer chegar com o seu empreendimento e defina quais caminhos precisará percorrer.

Método Ágil

Esse é um modelo que visa desenvolver um planejamento ou projeto com maior rapidez, mas sem deixar de lado a eficiência. Entre as principais características do método ágil está a flexibilidade em se adaptar a mudanças repentinas.

Dessa maneira, um plano elaborado a partir desse método precisa ser acompanhado constantemente a fim de identificar pontos de melhorias e reajustes conforme as transformações da empresa.

Ainda assim, ele precisa conter informações como:

  • Descrição do negócio;
  • Quais principais produtos ou serviços;
  • Capital a ser investido;
  • Previsão de faturamento mensal;
  • Quanto tempo espera ter o capital investido;
  • Estrutura organizacional e tributária.

Canvas

É uma ferramenta para elaborar planos de negócios através de um mapa visual. Ele é composto por nove quadrantes para auxiliar a empresa na sua estruturação, viabilidade financeira, oferta e no atendimento ao cliente.

Dessa forma, o empreendedor precisa preencher as seguintes questões:

  • Proposta de valor;
  • Segmento de clientes;
  • Os canais;
  • Relacionamento com Clientes;
  • Atividade-chave;
  • Recursos principais;
  • Parcerias principais;
  • Fontes de receita;
  • Estrutura de custos

O Sebrae desenvolveu uma plataforma para que o empreendedor elabore o seu Canvas online.

Como produzir um plano de negócios funcional para o pequeno empreendedor?

Veja a seguir todos os pontos que precisam ser abordados nesse documento.

1.Analise o seu mercado

O primeiro passo para elaborar um plano de negócios é entender como é o mercado de atuação em que a empresa está inserida. 

Portanto, separe um tempo para pesquisar e conhecer as empresas que prestam o mesmo serviço ou oferecem produtos semelhantes ao seu. Além disso, analise o preço praticado, em quais plataformas ou canais ela está presente e que tipo de consumidor ela atrai.

2. Faça um estudo de possibilidades

Nessa etapa, é importante pensar em como será sua estrutura física e organização. Se for uma loja física, onde ela estaria localizada? Quais tipos de instalações ou equipamentos ela teria? Tudo isso acaba fazendo a diferença nesta etapa.

Com base nessas informações, planeje também quantos funcionários e quais departamentos são necessários para manter a operação.  Esses dados são fundamentais para a elaboração do contrato social.

3. Defina a missão, visão e valores do negócio

Esses pontos ajudam a estabelecer a identidade e o propósito da empresa. Além disso, direciona a gestão na tomada de decisão e no alinhamento das estratégias.

A missão consiste no motivo pelo qual a empresa existe e é útil aos seus clientes. Já a visão é a representação de onde ela quer chegar, isto é, quais são seus objetivos para o futuro.

Por fim, os valores dizem respeito aos princípios que devem reger a organização. Na Auxilio Contábil, por exemplo, as ações são pautadas na ética profissional, respeito, confiança e responsabilidade social, por exemplo.

4. Faça uma análise estratégica utilizando a ferramenta mais adequada

Durante o planejamento é importante identificar quais são as forças e fraquezas da empresa. Isso ajuda o gestor a se preparar para enfrentar os desafios que possam aparecer.

Você pode fazer isso com as ferramentas acima, como a Análise SWOT.

5. Desenvolva um plano de marketing para divulgar seu empreendimento

O planejamento também é uma etapa importante para pensar em quais meios serão usados para divulgar e atrair novos clientes. Por isso, ele deve abordar, entre outras coisas, 

  • Produtos ou serviços oferecidos;
  • Precificação dos itens;
  • Canais de distribuição (loja, site, redes sociais);
  • Estratégias promocionais;

6. Monte metas financeiras dentro do plano de negócios

Antes de abrir a empresa, é essencial que o gestor estabeleça metas e objetivos financeiros. Ou seja, é preciso definir o capital social, as estimativas de custos iniciais, despesas e receitas, projeção de faturamento, capital de giro e fluxo de caixa.

7. Descubra quem será o seu consumidor

Para que a ferramenta seja eficiente, é necessário também realizar um levantamento sobre o seu cliente ideal, qual a idade dele, classe social, o que fazem nas horas livres, entre outros.

8. Saiba quem são os seus fornecedores

Um negócio de sucesso também depende de bons fornecedores. Por isso, o gestor precisa ter mais de uma alternativa para se socorrer quando os níveis do estoque estão baixos ou alguma matéria prima está em falta. 

Nesse sentido, faça um mapeamento das empresas e dos prestadores de serviços que poderão ser seus parceiros.

9. Defina metas para que as ações aconteçam

Por fim, estabeleça onde você quer chegar com o seu negócio e o que precisa ser feito para isso. Geralmente as metas são: alcançar lucratividade em seis meses, tornar-se conhecida no mercado, expandir o negócio para outras cidades, entre outros.

Dessa forma, avalie todo o plano de negócios e faça uma projeção de curto, médio e longo prazo.

No que o plano de negócios pode ajudar? 

Esse documento é essencial para estudar a viabilidade de um negócio, principalmente para pequenos empreendedores. Sem ele, o gestor pode ter dificuldades não só em estrutura, mas também em manter o seu negócio.

Porém, caso seja complicado elaborar um plano de negócios na prática, entre em contato com a Auxílio Contábil e conheça nossos serviços de contabilidade consultiva.

 

Abrir Mei Grátis Online3 - Auxilio Contábil

Inscreva-se para receber novidades!

Rolar para cima